Não siga sua paixão

8mar - by Filipe - 0 - In Psicologia Trabalho

A paixão aumenta em função dos obstáculos que se lhe opõe. (William Shakespeare)

Seguir sua paixão é uma boa?

Afinal é uma proposta atraente porque é ao mesmo tempo simples e ousada. Como se a gente recebesse um chamado, e basta descobrir como criar a coragem para segui-lo, e enfim nossa vida profissional será fantástico. A jogada perfeita, ousada que e que muda tudo:  história poderosa, mas será que o caminho correto?

O problema é que não há muitas evidências que comprovam que é desta forma que a paixão funciona. “Siga sua paixão” pressupõe:

a) você tem uma paixão preexistente, e

b) se você combinar essa paixão com o seu trabalho, então você vai apreciar esse trabalho.

No entanto a maioria das pessoas não têm paixões preexistentes. Pesquisas sobre satisfação no local de trabalho dizem que as pessoas gostam de seus empregos por razões mais complexas do que simplesmente possuírem alguns interesses natos em relação às atividades que desempenham profissionalmente.

Cultivar sua paixão, em vez de seguir a sua paixão

“Siga” implica que você descobre uma paixão com antecedência, em seguida, você combina ela com um emprego. Até que chega em ponto que você está supostamente “satisfeito”.

“Cultivar” implica que você trabalhe para a construção de paixão por seu trabalho. Este é um processo mais longo, mas é muito mais propenso a dar certo. Ela exige que você se aproxime de seu trabalho como um artesão. Aperfeiçoe a sua capacidade, e, em seguida, aproveitando o seu crescimento, uma vez que você for um profissional melhor, você poderá moldar sua vida trabalhando para ter o estilo de vida que mais combina com você.

Como é sentir-se apaixonado?

O problema é raramente falamos sobre o como é sentir-se verdadeiramente apaixonado por algo. A sensação de excitação sobre uma determinada ideia é muitas vezes uma sensação diferente do que o tipo de paixão que nos impulsiona na busca de uma carreira gratificante. Excitação vem e vai. Uma verdadeira paixão surge depois que você se dedica por longas horas para se tornar realmente um artesão em seu campo e poder então aproveitar esse valor para realmente ter um impacto, para ganhar autonomia e respeito, para controlar o seu destino ocupacional.

Inicie o processo de apaixonar-se

Não há paixão especial esperando por você para ser descoberta. A paixão é algo a ser cultivado. Existem muitos campos onde você pode cultiva-la. Portanto, não faz sentido dizer: “Eu não sei qual é a minha paixão.” O que faz sentido é: “Eu ainda não cultivei uma paixão, eu realmente deveria concentrar-me em um pequeno número de coisas e iniciar este processo.”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *