Sensação de estar preenchendo vazios

2jun - by Filipe - 0 - In Nomadismo digital Opinião Trabalho

Viver é como andar de bicicleta: é preciso estar em constante movimento para manter o equilíbrio. (Albert Einstein)

O trabalho tem grande importância. Ajuda a moldar sua personalidade. Faz você vencer medos, encarar desafios, isso tudo é muito bom. Como sou servidor público, a dinâmica do meu dia a dia é bem regular. Tenho horário certo para entrar e sair, e normalmente lido com muita burocracia para resolver coisas simples quase que diariamente.  De uns tempos pra cá, essa rotina tem me deixado cada vez mais frustrado. Segundas-feira são mais difíceis, exige muita abstração e auto controle. Desculpas não vão faltar para chegar atrasado, não ir, fazer corpo mole e por ai vai.

Embora tenha chegado a conclusão de que não curto essa rotina, não acho correto receber salário todo mês enquanto fico enrolando, por isso, desempenho o meu trabalho da melhor forma possível. Tento cumprir as atividades propostas dentro das circunstâncias, participar de novos projetos e cumprir a carga horária definida em lei. Os entraves são intrínsecos à administração pública sempre vão existir, independente do órgão público que você trabalhe.

Gosto de trabalhos mais dinâmicos e horários flexíveis, que me permitiriam fazer coisas valiosas pra mim, como treinar ciclismo, por exemplo, ou trocar ideia com um amigo no café da manhã. No serviço público, as vezes, é difícil você enxergar o resultado do seu trabalho. Tanto esforço pra nada! Desânimo. Bom, preciso fazer alguma coisa pra mudar. Mas como largar uma emprego que me paga tão bem, que me permite programar viagens, que me dá 30 dias de férias a cada 360 dias trabalhados?

No texto Por que eu desisti do meu salário de 6 dígitos? o que mais me marcou foi a frase “Eu não estava vivendo um sonho; eu estava vivendo uma mentira” porque é exatamente como eu me sinto, não poderia descrever melhor. O que eu faço não acrescenta valor nenhum pra mim. Valor não é quanto eu recebo todo o mês em dinheiro. Valor é o que me dá vontade de continuar, algo que me dá gosto fazer, entende?

É preciso experimentar. Eu tenho noção do que me daria gosto de fazer. Veja: dar gosto de fazer não é a mesma coisa de fazer o que gosta. Não caia na ilusão de fazer o que você ama ou sonha. Gosto de escrever, gosto de editar esse blog, trabalhar com internet, SEO, mídias sociais, marketing digital, etc. Óbvio que trabalhar com isso não vai ser sempre agradável. Nenhum trabalho é sempre agradável.

Acredito que colocando meus projetos em prática enquanto trabalho no meu emprego, vou ter resultados. Já está dando um certo retorno, mas tem que ter cautela, um pouco de paciência não faz mal a ninguém, sem pressa erramos menos. É preciso saber o momento de fazer o ‘sprint‘ e alcançar uma meta mais difícil, aquela que vai te dar resultado, uma grana extra e até mesmo uma indicação para outro trampo que por ventura possa dar bons frutos.  Não deixe de executar seus planos, acredite!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *